Siga
0
[views count="1" print="0"]

Tempo de leitura: 5min

Jardim Europa e Jardim América: os bairros que nunca saem de moda

Conheça mais sobre dois dos bairros mais desejados para morar na cidade de São Paulo

A história dos Jardins está intimamente ligada à urbanização e à valorização imobiliária de São Paulo. Com suas ruas arborizadas, residências projetadas por renomados arquitetos e proximidade a centros culturais de referência, os bairros desta região exemplificam o desenvolvimento urbano de alto padrão da cidade.

Para Jeferson Batah, corretor da Quadra Realty, o desejo de morar nos bairros dos Jardins vai de encontro há algumas características desses oásis em meio a urbanizada cidade de São Paulo. Para ele, “além da tradição presente entre os vizinhos do Jardim América e do Jardim Europa, esses bairros estão em áreas centralizadas com uma localização estratégica, próximos as principais avenidas da cidade como a Avenida 9 de Julho e a Avenida Brigadeiro Faria Lima, por exemplo”.

O primeiro bairro-jardim

Lançado em 1915, o Jardim América foi o primeiro bairro planejado no conceito de bairro-jardim. Tudo começou em 1912 quando a City of São Paulo Improvements and Freehold Company Limited, empresa britânica responsável pelo desenvolvimento de diversos bairros de São Paulo, adquiriu 15 milhões m² de terrenos na cidade. Entre esses terrenos, havia propriedades localizadas entre a Avenida Paulista e as margens do Rio Pinheiros.

Inspirado no estilo arquitetônico criado na Inglaterra no final do século XIX, o bairro projetado por Barry Parker e Raymond Unwin era composto por 669 lotes. O projeto valorizou as áreas verdes, além de privilegiar a construção de residências, fazendo do bairro um espaço ideal para famílias que buscavam tranquilidade e contato com a natureza. Com ruas repletas de áreas verdes, praças e jardins bem cuidados, o bairro foi planejado para proporcionar uma qualidade de vida elevada, combinando elegância e funcionalidade. Esta abordagem inovadora de urbanização não só atraiu a elite paulistana, mas também estabeleceu um novo padrão para o desenvolvimento urbano na cidade. 

Características do bairro

Vista de cima do Jardim América

O Jardim América proporciona um estilo de vida que equilibra a rotina movimentada de São Paulo com extensas áreas verdes. Suas vias importantes, como a Avenida Rebouças, Avenida Brasil, Avenida Nove de Julho e a Rua Colômbia, garantem fácil acesso a diversas partes da cidade. A presença de prestigiadas instituições esportivas e sociais, como o Club Athletico Paulistano e a Sociedade Harmonia de Tênis, proporciona opções exclusivas de lazer e convivência. O comércio e os serviços de alto nível são outros atrativos, com a proximidade da Rua Oscar Freire, conhecida por suas lojas e restaurantes sofisticados. Com 10 praças espalhadas pelo bairro, os moradores ainda podem desfrutar de espaços verdes e áreas de lazer ao ar livre.

Depois do sucesso, a ideia de um novo bairro

Propaganda veiculada no jornal O Estado de S. Paulo em 11 de novembro de 1928

O Jardim Europa nasceu em meados de 1922 após o sucesso do lançamento do Jardim América. O projeto assinado pelo engenheiro-arquiteto Hipólito Gustavo Pujol Jr. propunha um bairro residencial privativo e com muitas áreas verdes, seguindo os mesmos padrões do Jardim América. Dessa forma, a região da várzea do Rio Pinheiros, antes totalmente inabitada, se tornou um espaço de elevado padrão urbanístico.

Aplicando o conceito de bairro-jardim, Hipólito realizou a combinação perfeita de um planejamento paisagístico meticuloso e infraestrutura moderna fazendo do Jardim Europa um dos endereços mais prestigiados de São Paulo, atraindo uma população de alto padrão que buscava tranquilidade e exclusividade em meio à crescente urbanização da cidade. O bairro também beneficiou-se de sua localização estratégica, próxima a importantes vias de acesso e a centros culturais e comerciais, sendo um marco de qualidade de vida na cidade.

 Características do bairro 

Vista de cima do Jardim Europa

Além de suas qualidades residenciais, o Jardim Europa destaca-se por sua rica oferta cultural, abrigando importantes instituições como o Museu Brasileiro da Escultura (MuBE) e o Museu da Imagem e do Som (MIS). As ruas são amplamente arborizadas, oferecendo um ambiente sereno e agradável para os moradores, com várias praças e jardins que contribuem para a beleza e o charme do bairro. A proximidade com importantes vias de acesso, como a Avenida Brigadeiro Faria Lima e a Avenida Europa, facilita a mobilidade e conecta o bairro a outros centros comerciais e financeiros da cidade. Além disso, o Jardim Europa é conhecido por sua segurança e infraestrutura de serviços de alta qualidade, incluindo escolas renomadas, hospitais e clubes exclusivos.

Bairros perfeitos para morar

Rodrigo Villas, corretor especialista nos bairros dos Jardins, reforça o desejo das pessoas em morar no Jardim Europa e no Jardim América. Segundo ele, “quem procura por uma casa no Jardim Europa, por exemplo, também preza pela segurança”. Rodrigo também ressalta que os bairros estão passando por uma evolução com a chegada de novos projetos feito por grandes arquitetos. Para ele, “as famílias atuais estão procurando por casas em amplos terrenos, com uma boa localização, próxima às escolas dos filhos, dos clubes e também do trabalho, e as regiões do Jardim América e Jardim Europa oferecem isso, são bairros verdadeiramente completos”. 

Confira algumas imóveis no Jardins:

Confira mais imóveis no Jardim América

Confira mais imóveis no Jardim Europa.

Compartilhe

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Pinterest

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também

Como realizar reformas sustentáveis

0

Lina Bo Bardi ganha exposição na Europa pela primeira vez 

0

Plano Cerdá e a urbanização de Barcelona

0

Os Jogos Olímpicos e o mercado imobiliário de Paris

0